Quem somos

O grupo de pesquisa Saúde da mulher, da criança e do adolescente – determinantes sociais, epidemiologia e avaliações políticas, programas e serviços, liderado pela Dra. Maria do Carmo Leal, e sob coordenação geral da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP-Fiocruz), desenvolve estudos clínicos e epidemiológicos na área de Saúde da Mulher e da Criança.

O grupo envolve pesquisadores com formação em epidemiologia, obstetrícia, perinatologia, pediatria e enfermagem obstétrica de outras instituições de pesquisa e saúde no país. Ele analisa a assistência pré-natal, ao parto e ao nascimento, almejando, assim, melhorar a qualidade da atenção obstétrica e neonatal.

Dentre as pesquisas realizadas pelo grupo, destacam-se: o Nascer no Brasil, estudo histórico que coletou dados de 23.895 mulheres, em 191 municípios e 299 hospitais, entre 2011 e 2012, e sintetizou pela primeira vez as práticas de atenção ao parto e nascimento no país, no século XXI; o Nascer nas Prisões, que observa a atenção à gestação e ao parto em unidades prisionais no país, bem como o perfil das puérperas encarceradas; o Nascer Saudável, um estudo sobre a implantação e os efeitos dos modelos de atenção ao parto e nascimento no Brasil em hospitais particulares; e a Rede Cegonha, que analisa a institucionalização de um modelo de atenção, do pré-natal ao puerpério, no Sistema Único de Saúde (SUS).

Nossa equipe

Maria do Carmo Leal

Coordenadora

Graduada em Medicina pela Universidade Federal da Bahia (1975), mestrado e doutorado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (1981 e 1997). Pesquisadora titular da Fundação Oswaldo Cruz. Tem experiência em docência e investigação na área da Saúde Pública, com ênfase em Epidemiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: iniquidades em saúde da mulher, criança e adolescente, mortalidade infantil, neonatal e perinatal, parto e nascimento, cuidados básicos de saúde e avaliação de programas.

Silvana Granado Nogueira da Gama

Coordenadora Adjunta

Possui mestrado (1995) e doutorado (2001) em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública. Pesquisadora titular em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: pré-natal, parto, nascimento, mortalidade infantil, baixo peso ao nascer, gravidez na adolescência.

Pesquisadoras e pesquisadores

Sonia Duarte de Azevedo Bittencourt

Pesquisadora

Possui graduação em Nutrição pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1981), mestrado em Mestre Em Alimentação e Nutrição pelo Instituto de Nutrição de Centro América e Panamá (1990) e doutorado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (2006). Atualmente é pesquisador associado da Fundação Oswaldo Cruz. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: nutrição, pré-natal, epidemiologia, sistema de informação e diarréia.

Mariza Mirando Theme Filha

Pesquisadora

Possui graduação em Medicina pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1980), mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1993) e doutorado em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública (2007). É pesquisadora e docente permanente do programa de Pós-graduação de Epidemiologia em Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz. Desenvolve pesquisas sobre os temas saúde materno-infantil e saúde da mulher, com ênfase nos aspectos psicossociais relacionados com a gestação, parto e pós-parto.

Rosa Maria Soares Madeira Domingues

Pesquisadora

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1987), Residência em Saúde Pública (1990), Mestrado em Saúde Pública (2002) e Doutorado em Epidemiologia (2011) pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca/Fiocruz. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, atuando principalmente nos seguintes temas: assistência perinatal, saúde reprodutiva, DST/Aids, humanização, gênero e suporte emocional.

Ana Paula Esteves Pereira

Pesquisadora

Possui Graduação (2001) em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Especialização (2003) e Mestrado (2006) em Saúde Pública pela ENSP-FIOCRUZ, Doutorado em Epidemiologia em Saúde Pública pela ENSP-FIOCRUZ (2012) e Pós-doutorado junto ao grupo de Pesquisa em Epidemiologia Obstétrica, Perinatal e Pediátrica (EPOPé) do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica (INSERM) em Paris, França (2015). Tem experiência na área de Epidemiologia em saúde materno-infantil.

Marcos Nakamura

Pesquisador

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005), residência médica em Obstetrícia e Ginecologia pelo Instituto Fernandes Figueira (2009), Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia (TEGO) e mestrado em Saúde da Criança e da Mulher pelo Instituto Fernandes Figueira (2011) e doutorado em Epidemiologia pela Escola Nacional de Saúde Pública (2017). Atualmente é médico obstetra do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (FIOCRUZ). Participa de projetos de pesquisa no Instituto Fernandes Figueira e na Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz nas áreas de Obstetrícia, Epidemiologia e Medicina Fetal.

Maria Elisabeth Moreira

Pesquisadora

Possui mestrado em Saúde da Mulher e da Criança pela Fundação Oswaldo Cruz (1992) e Doutorado em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade de São Paulo (1997). Atualmente é professora titular da Fundação Oswaldo Cruz na Pós-graduação em Saúde da Criança e da Mulher e atua nas linhas de pesquisa da área da Saúde Perinatal e Nutrição incluindo pesquisa clinica, crescimento e desenvolvimento, avaliação de tecnologias em saude.

Elaine Fernandes Viellas

Pesquisadora

Nutricionista formada pela Universidade Federal Fluminense, Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Doutora em Ciências pela Escola Nacional de Saúde Pública/Fiocruz e Pós-doutorado em andamento na Escola Nacional de Saúde Pública/Fiocruz. Tem experiência em Epidemiologia e Saúde Coletiva, principalmente na área de saúde da mulher, da criança e da adolescente.

Cosme Marcelo Furtado Passos da Silva

Pesquisador

Possui graduação em Bacharelado em Estatística pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1993), graduação em Bacharelado Em Ciências Atuariais pela Sociedade Unificada de Ensino Superior e Cultura (1989), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998) e doutorado em Engenharia Biomédica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2006). Tem experiência na área de Probabilidade e Estatística, com ênfase em Probabilidade e Estatística Aplicadas, atuando principalmente nos seguintes temas: violência, mortalidade, causas externas, adolescentes e morbidade.

Tatiana Henriques

Pesquisadora

Possui graduação em biomedicina pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2010), mestrado (2014) e doutorado (2018) em Saúde Coletiva/ Epidemiologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Atualmente é Bolsista de pós-doutorado (PNPD) pela Escola Nacional de Saúde Pública – Programa de pós graduação em epidemiologia e métodos quantitativos.

Marcos Augusto Bastos Dias

Pesquisador

Possui graduação em Medicina pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1982), mestrado em Saúde da Mulher e da Criança pelo Instituto Fernandes Figueira/FIOCRUZ (2001) e doutorado em Ciências na área de concentração de Saúde da Mulher e da Criança pelo Instituto Fernandes Figueira/FIOCRUZ (2006). É médico do Instituto Fernandes Figueira/FIOCRUZ participando em pesquisas na área materno-infantil , atuando principalmente nos seguintes temas: humanização da assistência, cesariana e mortalidade materna.

Rio de Janeiro

Neide Pires Leal

Pesquisadora

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal Fluminense (1984), Especialização em Odontologia Social pela Fundação Oswaldo Cruz do Rio de Janeiro (1994) e Mestrado em Saúde da Mulher e da Criança pela Fundação Oswaldo Cruz do Rio de Janeiro (2006). Tem experiência na área de saúde materno-infantil, atuando principalmente nas áreas: odontologia, saúde reprodutiva e humanização.

Maria Auxiliadora de Souza Mendes Gomes

Pesquisadora

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986), Residência em Pediatria (IPPMG/UFRJ) e em Saúde Pública (ENSP/FIOCRUZ), Mestrado e Doutorado em Saúde da Criança e da Mulher pelo Instituto Fernandes Figueira da Fundação Oswaldo Cruz (2002). É pesquisadora e docente da Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher do Instituto Fernandes Figueira, Coordenadora do Mestrado Profissional e Consultora das Coordenações de Saúde da Mulher e da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde .

Thaiza Dutra Gomes de Carvalho

Pesquisadora

Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal Fluminense (2009), mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2015) e doutorado em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2019). Atua na área de Epidemiologia principalmente nos seguintes temas: Revisão Sistemática/Metanálise,Avaliação de tecnologias em saúde (ATS), Instrumentos de Aferição.

Marcia Leonardi Baldisserotto

Pesquisadora

Doutora e mestre em Epidemiologia em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP)/ Fiocruz, graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especialização em psicologia perinatal e parental. Trabalha com temas relacionados à epidemiologia perinatal, saúde mental perinatal, instrumentos multidimensionais, psicometria e políticas públicas de saúde.

Maria Esther de Albuquerque Vilela

Pesquisadora

Médica formada pela Universidade Federal de Minas Gerais, especialista em Ginecologia e Obstetrícia (TEGO 487/95). Mestre em Saúde da Mulher e da Criança pelo Instituto Fernandes Figueira (2017). Coordenou a Saúde das Mulheres no Ministério da Saúde entre 2011 e 2017. Trabalha com temas relacionados à saúde sexual e reprodutiva, principalmente com proposta de mudança de modelo de gestão e atenção ao parto e nascimento em maternidades e redes perinatais.

Denise Cavalcante de Barros

Pesquisadora

Graduação em Nutrição pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1984), mestrado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (2002) e doutorado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (2009). Atualmente é tecnologista em saúde pública da Fundação Oswaldo Cruz e coordenadora do Laboratório de Ensino em Pesquisa em Alimentação e Nutrição/ENSP/Fiocruz.

Maíra Libertad Soligo Takemoto

Pesquisadora

Possui Graduação e Mestrado em Enfermagem pela Universidade Estadual de Campinas (2002 e 2005), Especialização em Enfermagem Obstétrica pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (2006), Posgrado a Distancia en Evaluación de Tecnologías Sanitarias do Instituto de Efectividad Clínica y Sanitaria (Buenos Aires, Argentina, 2009) e Doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas da UERJ (2014). Atualmente é pesquisadora em nível de Pós-Doutorado na Faculdade de Medicina de Botucatu da UNESP e Coordenadora Técnica dos Cursos Levatrice (Formação Permanente para Profissionais da Assistência Perinatal).

Yammê Ramos Portella Santos

Pesquisadora

Possui graduação em Estatística (2016) pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas (Ence/IBGE) e mestrado em Epidemiologia em Saúde Pública (2020) pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Tem experiência em análise de dados de saúde, principalmente da mulher, da criança e do adolescente.

Estudantes

Bárbara Vasques da Silva Ayres

Pesquisadora

Doutoranda em Epidemiologia em Saúde Pública pela ENSP – Fiocruz. Mestre em Ciências pela Fiocruz. Graduada em Nutrição pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Tem experiência em Epidemiologia e Saúde Coletiva, principalmente na área de saúde da mulher e da criança. Atuou na coordenação do trabalho de campo dos projetos Nascer no Brasil I, Nascer nas Prisões e Avaliação da atenção ao parto e nascimento nas maternidades da Rede Cegonha.

Bárbara Almeida Soares Dias

Pesquisadora

Doutoranda em Epidemiologia em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública – Fiocruz. Bacharel em Enfermagem pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Mestre em Saúde Coletiva pelo Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Espírito Santo (PPGSC-UFES).

Tais Saint Martin Fonseca

Bolsista de Iniciação Científica

Graduanda em Nutrição pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Bolsista de Iniciação Científica no projeto: Estado nutricional da gestante e sua associação com o aleitamento materno com base nos dados da pesquisa Nascer no Brasil. Atuou como estagiária do Banco de Leite Humano do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da
Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF) / FIOCRUZ.

Gestão e apoio técnico

Monica Arruda de Almeida

Secretária executiva e gestão do projeto

Graduada em Pedagogia pela Universidade do Grande Rio, especialista em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância pela Universidade Federal Fluminense e em Tecnologia Educacional pela Universidade Cândido Mendes. Atualmente no Grupo de Pesquisa em Saúde da Criança, da Mulher e do Adolescente, da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) FIOCRUZ/RJ.

Paulo Blengini

Gestão de projeto

Tatiana Fuschilo

Gestão de projeto

Possui graduação em Tecnologo em Processamento de Dados pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro(1999). Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Metodologia e Técnicas da Computação.

Karina Caetano

Comunicadora da ciência e educadora em saúde

Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2016). Graduada em Filosofia, pela Universidade Federal do Espírito Santo (2009). Doula e educadora popular em saúde. Atua no campo da pesquisa, educação e comunicação em saúde voltado a gestantes e puérperas desde 2007.

Julia Leal Sabroza

Supervisora

Institucional

Fiocruz

Instituição promotora

Fundação Oswaldo Cruz é a instituição promotora do Nascer no Brasil lotada na ENSP, Fiocruz/Rio de Janeiro. Por meio do Programa de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação na Ensp – INOVA ENSP-Fiocruz financiou o “Nascer no Brasil” e “Saúde Materno Infantil nas prisões”. Em um edital interno sua vice-presidência financiou a pesquisa “Inquérito epidemiológico sobre as consequências da cesariana desnecessária no Brasil”.

ENSP

Unidade promotora

Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca é a unidade onde está lotado o grupo pesquisa de Saúde da mulher, da criança e do adolescente – determinantes sociais, epidemiologia e avaliações políticas, no campus principal Fiocruz-RJ. Na ENSP fica a sede do Nascer no Brasil e onde estão suas principais pesquisadoras e pesquisadores.

IFF

Unidade parceira

O Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira, Fiocruz é referência na produção de conhecimento, gestão participativa e atenção integral para a saúde da mulher, da criança e do adolescente. A partir da atenção à saúde da mulher e da criança e da sua colaboração em nossas pesquisas constrói conosco uma grande parceria a serviço da saúde pública.

SUS

Sistema Único de Saúde

O Sistema Único de Saúde é um importante campo de pesquisa. É também um espaço fundamental de cuidado das mulheres participantes dos nossos estudos. Fortalecemos o SUS por meio de nossas pesquisas, reconhecendo-o como um rico campo de promoção e inovação em saúde no Brasil. Defendemos o SUS visto sua preponderância na garantia do direito à saúde e na redução das iniquidades.

Ministério da Saúde

Financiador

O Ministério da Saúde/FNS financiou os projetos “Saúde Materno Infantil nas prisões – A Voz das Mulheres”, “Nascer nas Prisões”, “Nascer Saudável: estudo prospectivo de avaliação da implantação e dos efeitos de intervenção multifacetada para melhoria da qualidade da atenção ao parto e nascimento em hospitais no Brasil”, “Avaliação das boas práticas na atenção ao parto e nascimento em maternidades da Rede Cegonha” e “Nascer no Brasil II”.

Inova Fiocruz

Apoio

Programa Fiocruz de Fomento à Inovação, “Inova Fiocruz” tem como objetivo incentivar a transferência para a sociedade do conhecimento gerado em todas as áreas de atuação da Fundação Oswaldo Cruz e conta com financiamento do Fundo de Inovação da Fiocruz e do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE). O programa financiou diversas pesquisas vinculadas ao Nascer no Brasil.

FAPERJ

Apoio

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro financiou as pesquisas “Nascer saudável: estudo prospectivo de avaliação da implantação e dos efeitos de intervenção multifacetada para melhoria da qualidade da atenção ao parto e nascimento em hospitais no Brasil” e “Nascer no Brasil”.

CNPQ

Apoio

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico financiou a pesquisa “Inquérito epidemiológico sobre as consequências da cesariana desnecessária no Brasil”, bem como bolsas de pós-graduação.

Departamento de Saúde Pública - UFMA

Colaborador

O Departamento de Saúde Pública, da Universidade Federal do Maranhão se apresenta, por meio da colaboração de seus pesquisadores nas áreas da saúde da mulher e da criança como importante interlocutor na produção de ciência em saúde pública.

Menu